Tag: alegria

Escolhe o amor

Diante de cada acontecimento da vida as pessoas tendem a responder de acordo com suas próprias histórias: os eventos pelos quais passaram, as regras que aprenderam, as lições que tiraram após passar ou ver outra pessoa passar por alguma situação parecida. De maneira que quando uma pessoa comenta sobre dado evento ela está, talvez sem saber, comentando sobre si mesma.

Eu procuro me lembrar disso quando ouço pessoas negativas ou pessimistas, que contam sempre a pior parte do acontecimento ou que fazem as piores projeções sobre o que pode acontecer no futuro. “Pense no que essa pessoa pode ter passado, Vívian. Coloque-se no lugar dela” – diz meu grilo falante. Não é fácil. Mesmo. Isso é tão diferente da maneira como penso e busco enxergar a vida que acabo caindo no julgamento e na esquiva do contato com o “pessimista”. Minha vontade é de ficar a quilômetros de distância. (mais…)

Toda forma de amor

O amor sem palavras no sorriso banguela daquele que aprende pouco a pouco que quando você diz que vai voltar você volta mesmo.

O amor na doação do seu tempo, do seu dinheiro, do seu trabalho, do seu talento, da sua atenção, da sua intenção [tudo junto ou só um deles] a alguém que se vê privado do básico para se ter alguma paz interior.

O amor puro e fraterno dito décadas depois, mas ainda atual, emocionando a quem diz, quem ouve e quem fica sabendo da história.

O amor em pelos, olhos grandes, ronronar baixinho e aconchego, dado por nada, só porque você existe. (mais…)

A alegria para além do jogo do contente

Você tem consciência de quais são suas alegrias? E como elas se relacionam com seus valores?

Em fevereiro propus (e me propus) a aguçar o olhar sobre as pequenas alegrias que permeiam nossos dias. Eu acredito que cada dia nos brinda com no mínimo um evento, pessoa ou coisa que nos gere uma sensação de estar vivendo exatamente aquilo que merecemos viver. Basta que estejamos atentos a esses presentes. Ao presente!

butterfly

Ao longo do mês acompanhei as postagens de algumas pessoas que aderiram ao Movimento Pequenas Alegrias, e me senti muito feliz ao vê-las valorizarem os pequenos eventos, os afetos, as atitudes (próprias ou dos outros para com elas). Mais ainda, me alegrou ao ler os depoimentos delas sobre como atentar às pequenas alegrias diárias alterou seus dias positivamente e as ajudou a passar por situações difíceis. Isso vai muito mais além do que simplesmente fazer o jogo do contente, pois não fecha os olhos para os problemas, mas sim encontra neles um sentido dentro de um contexto que é mais amplo e diverso. Muda a perspectiva. (mais…)

Saber honrar a alegria e a tristeza

Quando observamos o mundo à nossa volta, especialmente os processos naturais, podemos verificar que não há nada que seja imutável. Os budistas nos chamam a atenção para a lei da impermanência com sua incrível frase “Isso também passa”.

Nem sempre é fácil reconhecer que aquilo que enfrentamos hoje como a maior dificuldade de nossas vidas em algum momento vai passar – talvez por não conseguirmos saber exatamente quando. Da mesma maneira, pensar que um momento de extrema felicidade também vai passar pode não ser lá muito agradável, afinal, quem quer deixar de ser feliz?

yin yang2

Os ciclos da vida são, no entanto, inegáveis. Ora estamos lá em cima, ora lá embaixo. (mais…)

20 atitudes para gerar mais alegria

É possível que você já tenha se sentido alguma vez na vida como uma folha de papel na ventania, tendo suas emoções levadas de um lado para outro, ao sabor dos acontecimentos ~confusos~ ora bons, ora ruins. Alegria e tristeza se alternando sem que você soubesse muito bem se poderia fazer alguma coisa para controlar o caos dentro de você ou pelo menos prolongar aquela alegria momentânea.

As emoções que experimentamos, incluindo a alegria, são respostas nossas a eventos do ambiente. Então essa sensação de ~ser levada pelo vento~ é real! Para ficar mais complexo, os eventos aos quais respondemos não precisam ser coisas palpáveis (como bolo de chocolate, gotas de chuva ou uma pessoa “vivinha da silva” na sua frente). Também respondemos a pensamentos, lembranças, projetos, situações imaginadas. Pesquisas mostram, inclusive, que nosso corpo apresenta as mesmas respostas (talvez com intensidades diferentes) tanto diante de situações “reais” como diante de situações imaginadas.

person-human-female-girl

(mais…)

Editorial de Fevereiro/2016

O tema do mês aqui no blog está bem alinhado com o clima de carnaval: Alegria!

Já gostei muito de carnaval, e era realmente tomada de alegria ao ouvir o batuque da bateria de uma escola de samba ou do atabaque de um bom {e velho} axé. E apesar de estar atualmente numa fase mais quietinha, preparando o ninho para o meu filhote, não estou alheia à alegre vibração de grande parte das pessoas nessa época do ano!

joy-photo

O que é a alegria? A alegria é um estado de contentamento, satisfação ou prazer, e como um estado, é passageira. É uma das emoções positivas que compõem a felicidade, juntamente com a serenidade, a curiosidade, o interesse, a vitalidade, o entusiasmo, o vigor, a excitação e o orgulho. Claro, uma pessoa feliz experimenta emoções negativas (medo, raiva, tristeza, ciúme), mas as emoções positivas são mais frequentes em seu cotidiano. (mais…)