Mais uma prova. Clara. Claríssima.
De quantas provas você precisa para parar de vez de fantasiar e de acreditar num futuro impossível?
A árvore dos dias está seca. Morta. Cortada em sua base, raízes feridas. Nenhuma folha sequer, nem mesmo um poético tronco ressequido contrastando com o céu azul.
Nada – dinheiro nenhum no mundo inteiro, prêmios milionários, propostas indecentes – nada fará o tempo voltar.
Nada fará com que a história que não aconteceu se transforme em possibilidade, em realidade.
Pare de perder tempo!
Contente-se com o que houve. Já.
Leia diariamente o oráculo. “Não existe amor insubstituível”.
Abra-se verdadeiramente para o agora.
É agora que você tem.
Esta é a sua vida, não aquela.
Chega de ladainha. Paciência tem limites.
Ah!

(Vívian Marchezini – 23/08/2011)

Publiquei esse texto no antigo blog, quase há mil anos.
Escrevi para mim mesma, que não conseguia aceitar o fim de um relacionamento que durou tudo o que tinha para durar (e mais um pouco). Estava arrasada, decepcionada, frustrada. E com muita raiva de mim mesma por me manter naquela ilusão por tanto tempo.
Então saiu esse texto raivoso assim.
Publico aqui hoje porque vejo que cabe em algumas situações que tenho acompanhado. Mas não quero passar a raiva dele adiante (não foi nada bom sentir aquilo).
O que quero passar é a determinação de por um fim a uma situação que não faz bem. A possibilidade de acordar de um sonho confuso depois que a gente se dá conta de que não é realidade.
Eu tenho certeza que não é fácil. Se fosse, não haveria tanta gente abraçando panela quente até se queimar por achar que ela é a salvação para suas dores (como eu mesma fiz por tanto tempo).
Mas eu sei que é possível, e que os tapas na cara que a realidade nos dá podem servir para nos impulsionar a buscar aquilo que a gente merece viver de verdade.
Então, se for o seu caso, receba esse texto com amor, sabendo que ele é fruto da minha dor. Ou seja, é um pedaço do meu coração ferido que compartilho com o seu.
Saiba que meu coração não dói mais, e que eu desejo que o seu se cure em breve também. <3

Imagem: Pexels

4 comments on “Pronto?”

  1. “Não haveria tanta gente abraçando panela quente até se queimar por achar que ela é a salvação para suas dores”..

    Tô aqui pensando quantas panelas quentes eu abracei..rsrsrs

    adorei o texto.

  2. Como é bom acordar e ler um texto que caiba direitinho no buraco que a vida nos apresenta. Obrigada por compartilhar sempre suas palavras conosco e fazer com que os dias sejam mais leves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *