Como se desenvolve o auto-amor?

O desenvolvimento do auto-amor é um processo interessante, que pode ser descrito mais ou menos como o processo de passar do caos à ordem, da negação à autoaceitação. Algumas condições são necessárias para que o auto-amor ocorra, e é sobre esse processo que quero falar neste post.

mandala (mais…)

É hora de encontrar o grande amor da sua vida

O amor é aquele sentimento que experimentamos quando vivenciamos uma relação significativa. Tendemos a buscar o amor em relações com outras pessoas, de modo a preencher um vazio e dar sentido às nossas vidas. Mas será que só podemos encontrar o amor, o sentido e a felicidade lá ~no outro~ como um pote de ouro no final do arco-íris?

light-sky-beach-sand (mais…)

Editorial de Agosto/2015

Agosto é mês de... amor!

É interessante que estar conectada a outra pessoa pelo amor sempre foi algo presente em minha vida, e muito importante. Minha frase de descrição em perfis de redes sociais sempre foi “Uma mulher apaixonada, sempre”. Mas os últimos anos me colocaram em situações em que fui praticamente obrigada a me descobrir e me reconhecer independente de qualquer amor – pelo menos de um amor por outra pessoa. (mais…)

Shake, shake, shake!

Mexa-se!

Descanso, combustível e movimento. Penso que a energia pode ser gerada a partir desse tripé. Se a cada dia nos dispusermos a descansar o suficiente, nos alimentarmos bem (e sem excessos) e nos movimentarmos um pouco, teremos disposição para encarar os desafios e desfrutar das delícias que nos são apresentadas.

Por muito tempo fui uma pessoa sedentária, que não fazia nenhum tipo de atividade física. Não por acaso, vivia cansada e com sono, sem forças para fazer nada além de abrir um pacote de biscoitos recheados e assistir à sessão da tarde na tv. O que eu percebia, em mim e em outras pessoas que fui conhecendo ao longo da vida, é que quanto mais parada eu ficava, mais parada eu queria estar. Você já sentiu isso? Por um tempo é bom, confortável, mas à medida que o tempo passa parece que estamos nos afundando numa areia movediça, que suga nossas forças e nos faz acreditar que não há alternativa senão sucumbir à inércia. (mais…)

Você é o que você come

alimento saudável pro corpo e para alma

“Você é o que você come”. Essa frase é dita e repetida incessantemente, mas poucas vezes paramos para pensar sobre ela, sobre nossa relação com os alimentos e sobre os efeitos para além do engorda-emagrece que a mídia tanto aponta.

Não sou especialista em alimentação – sou psicóloga! Mas sou curiosa, me observo muito e percebo as influências dos alimentos sobre meu corpo e sobre minha disposição. E como o tema deste mês é Energia, nada melhor que pensar em como os alimentos podem drenar ou gerar energia para nossas atividades cotidianas, não acha? Para isso vou contar um pouco de como tem sido minha relação com os alimentos, e gostaria que você compartilhasse nos comentários como é a sua relação com os alimentos e a energia que eles geram para a sua vida. (mais…)

Como gerar energia com uma boa noite de sono

light-dark-bed-lamp

O tema deste mês de Julho aqui no blog é Energia. Acredito que a energia não seja algo que brota de dentro da gente, mas sim que é gerada pelas nossas ações. Ou seja, se eu estiver me sentindo desanimada, sem forças para realizar o que preciso, não adianta ficar esperando a energia surgir! Preciso criá-la!

Um dos aspectos que mais influencia nossa energia no dia a dia é o sono. Uma boa noite de sono aumenta muito a probabilidade de nos sentirmos prontos para os desafios do dia, tanto com a força física necessária como com a concentração, memória e calma requeridas para analisar situações, resolver problemas e nos relacionarmos serenamente com as pessoas à nossa volta. Eu sinto isso muito claramente na minha vida, e você? (mais…)

Editorial de Julho/2015

O céu de Julho me enche de energia!

Julho é mês de férias escolares, inverno, início de novo semestre. É quando o ano começa a fazer a curva para o fim e nos despertamos para a necessidade de colocar em prática ~de uma vez por todas~ nossas proposições de ano novo. Aqui em Belo Horizonte é também quando o céu fica mais bonito (um azul incrível, com um sol persistente, que insiste em brilhar e nos presenteia com um pouco de calor quando o vento sopra gelado em nossa pele) e quando os ipês começam a florescer, colorindo a cidade de um rosa que aquece meu coração.

Por todas essas características, penso que é uma boa oportunidade para trabalhar o tema Energia. (mais…)

Como agir de acordo com meus valores?

be present-esteja presente-valores-ação valorizada

Para escrever este post me sentei num ambiente onde possivelmente eu seria distraída pela conversa das pessoas que estavam aqui. Quando isso acontece eu costumo colocar fones de ouvido e ligar alguma música que vá me permitir desligar-me do lado de fora e dar vazão aos meus pensamentos e ideias. É ótimo para manter minha concentração!

Escolhi para tocar um mantra que gosto muito por sua melodia suave e que toca meu coração de maneira muito especial.**

Mas por que estou falando sobre um mantra quando o tema deste post é ~como agir de acordo com meus valores~? Porque me ocorreu procurar o significado desse mantra, e descobri que é um “mantra para estar presente”. Estar presente é condição para descobrir os próprios valores e, consequentemente, para agir de acordo com esses valores. (mais…)

Como descobrir meus valores?

field-meadow-flower-pink

Muito do que se diz a respeito de felicidade e plenitude aborda a importância de se viver de acordo com seu propósito, de encontrar qual o sentido da vida, de fazer escolhas e seguir caminhos que sejam dotados de significado e alinhado com seus valores. E uma observação comum é a de que esses valores devem ser seus, e não de outra pessoa.

Quando comecei a me deparar com esse assunto foi inevitável a pergunta: ok, se para viver uma vida plena e feliz não posso (ou não deveria) viver de acordo com o que o outro dita, como descobrir meus valores então? (mais…)

O que é propósito?

field-summer-sun-meadow
Quando comecei a construir a ideia deste blog tinha um tema genérico que muito me atraía: a felicidade. O que é a felicidade? Como ela se caracteriza? É possível produzir felicidade?

À medida que fui estudando e refletindo a respeito, foi ficando mais claro para mim que ser feliz não significa estar alegre todo o tempo. Pelo contrário: momentos de tristeza, quedas, sustos, também compõem uma vida feliz. O que amarra todos esses momentos – os bons e os ruins – é algo bastante abstrato, mas importantíssimo: o valor. (mais…)