Organizar-se é estabelecer situações artificiais para que o natural possa fluir.

Sei que isso parece um contra-senso, balela dita por instituições que querem te prender, limitar sua liberdade, sua criatividade, seu ritmo próprio, sem no entanto gerar maiores resistências de sua parte.

Você pode ter a ideia de que ser organizado te impede de ser uma pessoa criativa, ou de ser autêntica. Pode pensar que pessoas organizadas são chatas, caxias, que não têm vida, não se divertem, não vivem aventuras.

maquina de escrever

E assim, evitando se tornar uma pessoa chata como elas, evita estratégias de organização pessoal o máximo que pode. Até que a vida começa a cobrar alguma ordem, alguma fluidez, alguma constância que um estilo de vida ao-deus-dará que não consegue suprir. E você começa a se sentir perdido, sem saber para onde ir, o que fazer, sem saber o que aconteceu com toda aquela forte chama criativa, que agora mais parece um fogo de palha. Começa a ver seu tempo escoando pelos dias sem que você tenha feito nada de significativo por você ou pelo mundo.

Sei bem que lugar é esse. Mesmo! Eu brigo com a necessidade de organização com maior frequência do que eu gostaria ou precisaria. E não me orgulho disso. Há anos tento me organizar, o que as pessoas estranham quando conto, pois “nossa, mas você é tão organizada!”. São anos de luta interna, e agora venho travando mais uma batalha.

Mas o interessante é que agora essa batalha vem um pouco mais suave, porque parece que finalmente estou compreendendo porque é importante para mim que eu seja organizada.

Neste mês de março quero compartilhar com você minhas reflexões sobre a organização pessoal, sobre a relação desse tema com uma vida com propósito, as estratégias que venho aprendendo nos últimos anos e algumas referências legais, que penso que podem te ajudar também.

Espero que você venha comigo, e que pensar sobre organização [e agir organizadamente] seja tão bom para você quanto vem sendo para mim.

Com amor,

Vívian

Obs.: Vou oferecer um workshop em breve em Belo Horizonte, e um dos temas possíveis é organização pessoal. O que você acha? Para sugerir o seu tema de interesse me escreva no vivian.marchezini@vivacomsentido.com.br E para saber quando o workshop for acontecer, assine a newsletter que te aviso por email!

Temas possíveis: gratidão, autoaceitação, valores, enfrentamento de medo, organização pessoal, autoamor, hábitos, empatia, mindfulness, felicidade, outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *